Significado das Expressões Idiomáticas

Lista de expressões idiomáticas compartilhadas no Brasil e em Portugal.

Abrir o coração - Desabafar; declarar-se sinceramente
Abrir o jogo - Denunciar; revelar detalhes
Abrir os olhos a alguém - Convencer, alertar
Agarrar com unhas e dentes - Não desistir de algo ou alguém facilmente.
Andar feito barata tonta - Estar distraído.
Armar-se até aos dentes - Estar preparado para uma qualquer situação.
Arrancar cabelos - Desesperar-se.
Arregaçar as mangas - Iniciar algo.
Bater as botas - Morrer, falecer.
Bater na mesma tecla - Insistir.
Baixar a bola - Acalmar-se, ser mais comedido.
Comprar gato por lebre - Ser enganado.
Com o cu na mão - estar com medo
Dar com o nariz na porta - Decepcionar-se, procurar e não encontrar
Dar o braço a torcer - Voltar atrás numa decisão
Dar com a língua nos dentes - Contar um segredo.
Dar uma mãozinha - Ajudar.
Engolir sapos - Fazer algo contrariado; ser alvo de insultos/injustiças/contrariedades sem reagir/revidar, acumulando ressentimento
Estar com a cabeça nas nuvens - Estar distraído.
Estar com a corda no pescoço - Estar ameaçado, sob pressão ou com problemas financeiros
Estar com a faca e o queijo na mão - Estar com poder ou condições para resolver algo
Estar com a pulga atrás da orelha - Estar desconfiado.
Estar com aperto no coração - Estar angustiado
Estar com o pé atrás da porta/de pé atrás - Estar desconfiado, cabreiro
Estar com os pés para a cova/o pé na cova - Estar para morrer
Estar com uma pedra no sapato - Ter um problema por resolver.
Estar de mãos a abanar/abanando - Não conseguir o que pretendia
Estar de mãos atadas - Não poder fazer nada
Fazer com uma perna às costas/de olhos fechados - Fazer com muita facilidade.
Fazer tempestade em copo d'água - Transformar banalidade em tragédia
Fazer um negócio da China - Aproveitar grande oportunidade
Fazer vista grossa - Fingir que não viu, relevar, negligenciar
Feito nas coxas - De qualquer modo, sem cuidado
Ficar à sombra da bananeira - Ficar despreocupado.
Gritar a plenos pulmões - Gritar com toda a força
Ir desta para melhor - Morrer, falecer
Lavar roupa suja - Discutir assunto particular.
Meter os pés pelas mãos - Agir desajeitadamente ou com pressa; confundir-se no raciocínio
Meter o rabo entre as pernas - Submeter-se
Onde Judas perdeu as botas - Lugar remoto.
O gato comeu a língua - Diz-se de pessoa calada.
Pendurar as chuteiras - Aposentar-se, desistir
Ir pentear macacos - Ir chatear outra pessoa.
Pensar na morte da bezerra - Estar distraído/a.
Perder as estribeiras - Desnortear-se.
Pôr as barbas de molho - Precaver-se
Pôr as cartas na mesa/lançar os dados - Expor os factos.
Pôr mãos à obra - Trabalhar com afinco
Pôr os pontos/pingos nos ís - Esclarecer a situação detalhadamente
Procurar uma agulha num palheiro - Tentar algo quase impossível.
Prometer mundos e fundos - Fazer promessas exageradas
Receber um balde de água fria - Inverter o entusiasmo em desilusão.
Riscar do mapa - Fazer desaparecer
Sem pés nem cabeça - Sem lógica; sem sentido.
Sentir dor de cotovelo - Sentir despeito amoroso.
Sentir dor de corno - Sentir despeito amoroso.
Segurar a vela - Estar sozinho/a com um casal.
Ser um chato de galocha - Ser uma pessoa de comportamento desagradável
Ter macacos (ou macaquinhos) no sótão - Ter ilusões, achar que algo muito improvável de acontecer é bastante possível
Tirar água do joelho - Urinar
Tirar o cavalo (ou cavalinho) da chuva - Desistir com reluctância por motivo de força maior ou impedimento hierárquico.
Trepar paredes - Estar desesperado.
Trocar alhos por bogalhos - Confundir factos e/ou histórias.
Uma mão lava a outra (e as duas lavam as orelhas) - Entreajuda; trabalhar em equipa ou para o mesmo fim.
Virar casacas - Mudar de ideias facilmente; traídor.
Voltar à vaca fria - Voltar ao assunto com que se iniciou uma conversa.
-
Mais Expressões Idiomáticas -
-
-
Acertar na mosca - acertar precisamente
Abotoar o paletó - morrer
Acabar em pizza - quando uma situação não resolvida acaba encerrada (especialmente em casos de corrupção quando ninguém é punido)
Acertar na lata (ou na mosca) - acertar com precisão, adivinhar de primeira
A céu aberto - ao ar livre
Achar (procurar) chifre em cabeça de cavalo - procurar problemas onde não existem.
Achar (procurar) pêlo em ovo - buscar coisas impossíveis
A dar com pau - em grande quantidade
Afogar o ganso - fazer sexo (homem)
Agarrar com unhas e dentes - agir de forma extrema para não perder algo ou alguém
Água que passarinho não bebe - pinga, bebida alcóolica
Amarrar o burro - ficar em descanso (folgado); Se comprometer (normalmente em relação a relacionamentos)
Amigo da onça - falso amigo, amigo interesseiro ou traidor
Andar na linha - estar elegante ou agir corretamente (ver também "perder a linha")
Andar nas nuvens - estar desatento
Ao deus dará - abandonado, sem rumo
Ao pé da letra - literalmente
Aos trancos e barrancos - de forma atabalhoada, desajeitada
Armado até os dentes - exageradamente armado, preparado para uma situação
Armar um barraco - criar confusão em público, discutindo ou brigando com alguém
Arrancar os cabelos - entrar em desespero
Arrastar as asas (para alguém) - enamorar-se, insinuar-se romanticamente para alguém
Arregaçar as mangas - dar início a um trabalho ou atividade com afinco
Arrumar sarna para se coçar - procurar por problemas
Até debaixo d'água - em todas as circunstancias
Babar ovo - puxar o saco, idolatrar incondicionalmente
Banho de água fria - romper as espectativas de alguém, decepcionar, desiludir.
Banho de gato - lavar superficialmente as partes do corpo
Barata tonta - perdido, desorientado, sem saber o que fazer
Barra pesada - situação difícil, ou pessoa grosseira e violenta
Bate e volta - ir e voltar a algum evento ou lugar rapidamente
Bater as botas - morrer
Bater com as dez - morrer
Bater na mesma tecla - insistir demais no mesmo assunto
Bater papo - conversar (informalmente)
Boca do inferno - entrando em problemas sérios
Bode expiatório - aquele que leva a culpa no lugar de outro
Bola pra frente - expressão de encorajamento, para se seguir em frente mesmo frente a adversidades
Bom de bico - galanteador, que tenta convencer os outros na conversa
Borracho - bêbado (ver Portugal)
Botar a boca no trombone - revelar um segredo, tornar algo público
Botar o carro na frente dos bois - pular ou queimar etapas de forma inapropriada, geralmente atrapalhando o andamento ou resolução de uma situação
Botar pra quebrar - fazer algo com extrema intensidade, em geral em sentido positivo; similar a "mandar ver"
Briga de cachorro grande - embate entre forças as quais se julga superiores.
Briga de foice (no escuro) - mulher feia
Cara de pau - Descarado, sem-vergonha
Comer água - Ato de sair para consumir bebida alcoólica (em grande quantidade)
Comer cru e quente - Ser apressado e pouco perfeccionista
Confundir alhos com bugalhos - confundir ou misturar conceitos ou fatos
Conversa com a minha mão - quando alguém fala sobre um assunto chato e não se deseja continuar a conversa.
Chutar o balde / Chutar o pau da barraca - agir irresponsavelmente em relação a um problema
Dar bola (para alguém) - insinuar-se romanticamente para alguém
Dar a volta por cima - se recuperar
Dar com a cara na porta - levar um fora, decepcionar-se, procurar e não encontrar
Dar mancada - descumprir promessa, relaxo, deslize
Dar pau na máquina - dar urgência
Dar uma mãozinha - dar uma pequena ajuda
Deixar na mão - não colaborar, abandonar
Descascar o abacaxi - resolver problema complicado
Estar com dor de cotovelo - estar despeitado devido a uma decepção amorosa
Encher/entortar o caneco - beber até cair
Enfiar o pé na jaca - embriagar-se, cometer excessos, cometer um erro
Encher lingüiça - enrolar, preencher espaço com embromação
Ensacar fumaça - fazer trabalho inútil
Entrar pelo cano - se dar mal, ficar encrencado
Estar com a bola murcha - estar sem ânimo
Estar com a corda toda - estar animado, empolgado
Estar dando sopa - estar inadvertidamente vulnerável
Estar no bico do corvo - estar para morrer
Enxugar gelo - insistir em um trabalho inutil
Fazer boca de siri - manter segredo sobre algum assunto
Fazer nas coxas - fazer sem cuidado
Ficar a ver navios - ficar sem nada ou sem coisa alguma
Ir catar coquinho - ir fazer outra coisa
Ir para o espaço - não funcionar, falhar, dar errado
Ir para o saco - não funcionar, falhar, dar errado
Lavar as mãos - não se envolver
Lavar a roupa suja - acertar as diferenças com alguém
Levar chumbo/ferro/pau - fracassar ou dar-se mal; sofrer violência
Levar toco - ser dispensado(a) pela namorada(o)
Levar um fora - ser descartado, desprezado, bloqueado ou impedido por alguém (sentimental)
Levar tudo por trás - entender tudo de maneira pejorativa ou oposta
Marcar touca - distrair-se e perder uma oportunidade
Molhar o biscoito - fazer sexo (homem)
Mudar da água para o vinho - mudar totalmente, mudar radicalmente
Mudar do saco para a mala - mudar totalmente de assunto
Na mão do palhaço - ver-se numa situação fora de controle
Não fazer bom cabelo - não ouvir, não servir, não combinar bem
Onde Judas perdeu as botas - lugar muito distante
Pagar o pato - ser responsabilizado por algo que não cometeu
Pendurar as chuteiras - aposentar-se, desistir
Pendurar melancia no pescoço - querer aparecer, se exibir
Pensar na morte da bezerra - distrair-se
Perder a linha - perder a educação, perder a elegância
Pirar na batatinha - pensar/imaginar ou propor coisa improvável ou impossível de acontecer
Pisar na bola/no tomate - cometer deslize
Plantar bananeira - colocar-se de cabeça para baixo
Pôr minhoca na cabeça - criar ou refletir sobre problemas inexistentes
Procurar chifre em cabeça de cavalo/pêlo em ovo - procurar significados ou imaginar problemas que não existem
Procurar sarna para se coçar - Se envolver em problemas sem necessidade
Quebrar o galho - dar solução precária, improvisar
Segurar vela - atrapalhar namoro, acompanhar um casal ou ser o único solteiro numa roda de casais
Sem pé nem cabeça - confuso, sem sentido
Dar uma de João sem braço - fazer-se de desentendido
Ser uma mala sem alça - ser muito chato e difícil de ser tolerado
Ser uma mão na roda - ajudar muito, ser prestativo
Ser uma pedra no sapato/no caminho - ser um estorvo, atrapalhar
Soltar a franga - desinibir-se (geralmente assumindo um lado feminino/alegre)
Tirar o cavalo da chuva - desistir de algo ou alguém
Tomar um chega para lá - ser descartado
Trocar as bolas - atrapalhar-se
Trocar os pés pelas mãos - agir desajeitadamente, com pressa
Trocar seis por meia dúzia - trocar uma coisa por outra que não vai fazer a menor diferença
Voltar à vaca fria - retornar a um assunto inicial/principal numa discussão, após divagação
Tempestade em copo d'agua - dar importancia muito grande a uma coisa muito pequena
Tirar de letra - fazer algo com facilidade

17 comentários:

  1. Respostas
    1. Acho que o correto seira "Estar com a cabeça nas nuvens" - estar fora da realidade; longe dos fatos reais; estar avoado.

      Excluir
  2. podias colocar pôr o pé em ramo verde???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por o pé no ramo verde - ter liberdade de ação; abusar; exceder-se; ser senhor de si, fazer o que quiser. (Expressão tipicamente Portuguesa, não é muito utilizada no Brasil.)

      Excluir
  3. Andar de candeias ás avessas - podias colocar ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andar de candeias ás avessas - Andar de afetos desencontrados, estar de mal, desentendidos, zangados, mal-entendidos, brigados. (Expressão tipicamente Portuguesa, não é muito utilizada no Brasil.)

      Excluir
  4. Respostas
    1. Perder a cabeça - Sair do auto controle, ficar descontrolado, geralmente por raiva ou irritação, fazer alguma coisa sem pesar as consequências.

      Excluir
  5. Gostaria de saber o porquê da expressão "sangue de barata" ( ter/não ter)... Poderiam me ajudar?
    pastorhenriquelobo@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sangue de Barata - Pessoa que não reage em situações desagradáveis, ofensivas.

      Excluir
  6. Obrigado a todos pelas sugestões... continuem sugerindo.

    ResponderExcluir
  7. Deitar terra aos olhos
    Ficar em terra
    Lancar por terra
    Podias colocar todas

    ResponderExcluir
  8. uma pessoa terra a terra
    ficar em terra
    lançar por terra
    deitar terra com os olhos

    Por favor se alguém souber diga! É para amanha!É um tpc de portugues :D

    ResponderExcluir
  9. Deitar terra aos olhos
    Ficar em terra
    Lancar por terra
    Podias colocar todas
    uma pessoa terra a terra
    ficar em terra
    lançar por terra
    deitar terra com os olhos

    ResponderExcluir
  10. Amigos, não sou expert em expressões idiomáticas, portanto, coloquem as expressões e seus significados. Assim tudo ficara mais claro para todos. Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Ficar em terra
    uma pessoa terra a terra
    sera que me podiam ajudar e para trabalho de portugues obrigada

    ResponderExcluir